Blog

Home/Orientação as Empresas/Mão-de-Obra Qualificada – Saiba como preparar a sua empresa

Mão-de-Obra Qualificada – Saiba como preparar a sua empresa

Um desafio constante nos dias atuais das empresas é ter uma mão-de-obra qualificada para prestar serviços e entregar bons produtos ao consumidor.

Mas sabemos que nem sempre isso é possível. Afinal são vários fatores que influenciam, inclusive os externos, como a própria busca por atualização do colaborador.

Se você tem esse desafio na sua empresa, continue lendo o post. Ele possivelmente irá te ajudar.

Apagão de mão-de-obra qualificada

Nos dias atuais, o desemprego tem tomado conta das preocupações dos brasileiros e dos noticiários econômicos.
Mas, apesar deste grave problema, o que ocorre no dia a dia das empresas é que existem oportunidades de colocação profissional e quem nem sempre tem as vagas preenchidas.

O que tem ocorrido é que os processos seletivos estão cada vez mais longos, uma vez que uma decisão errada de contratação incorre em custos de um novo processo.

Os RHs das Empresa estão cada vez mais pressionados. Se espera que eles encontrem algum com perfil e conhecimento adequados para a vaga.

O que fazer para manter a mão-de-obra qualificada

Se por um lado encontrar o candidato ideal está difícil a empresa pode facilitar a qualificação através de ações internas. É preciso somente dimensionar o investimento, pois algumas ações podem custar para a empresa sem trazer o retorno esperado.

Registrar os procedimentos da empresa

Esse é o primeiro passo. Por incrível que pareça muitas empresas não possuem os procedimentos registrados na empresa.

É um guia de como a empresa faz. Sem ele não um direcionamento formal de como fazer.

Recomendamos para você:  5 ótimos motivos para contratar um Aprendiz em sua Empresa

Com esse documento é possível dar o primeiro treinamento, o essencial para se começar uma nova atividade.

Contratar Treinamentos para os Funcionários

Uma outra forma é a contratação de treinamento externos para os funcionários que necessitem de capacitação.
Esse é o jeito mais comum adotados pelas empresas. Embora seja comum, existem alguns problemas, como o alto custo e a falta de aproveitamento dos funcionários, dependendo da atitude de que faz a atividade.

Oferecer Bolsa para os Funcionários

Uma forma de atingir somente os interessados é oferecer bolsas de estudos para treinamentos.

É possível direcionar bem para quem a empresa irá pagar. Questões como interesse do colaborador, coparticipação e desempenho são sempre interessantes para aumentar a efetividade da ação.

Criando regras bem definidas, todos saem ganhando e o investimento da empresa é melhor aplicado no desenvolvimento do funcionário.

Criar condições para a qualificação dentro da empresa

Já falamos em ter os procedimentos mapeados, isso é um grande passo para o aprendizado interno.

Mas outras ações devem ser estimuladas como a realização de treinamentos internos com os líderes da área sendo instrutores, transformar os líderes em coaches e transformar áreas em ambientes de mentoria.

Muitas empresas fizeram mudanças neste sentido, e se transformaram o ambiente de trabalho em ambiente de aprendizado.

Uma ação que contribui com tudo isso é ter um Programa de Estágio, possibilitando contratar jovens motivados e ávidos para colocar em pratica a teoria e por outro adequado essa pratica para as necessidades da empresa.

Como a contratação de estagiários pode te ajudar

São vários os benefícios de se manter um programa de estágio na empresa, tais como:

• Possibilidade de descobrir e reter talentos;
• Reduzidos encargos trabalhistas, o que reduz os riscos de contratação;
• Desenvolver o jovem para a necessidade da empresa, adequado a prática e cultura da empresa;
• Deixa a empresa mais próximo do conhecimento teórico, que vem junto com o jovem;
• Os jovens são mais abertos a ideias, trabalho em equipe e possuem facilidade com tecnologia;
• Significam um verdadeiro reforço para as equipes de trabalho.

Recomendamos para você:  Veja se a sua empresa é obrigada a contratar um Jovem Aprendiz

Essa proximidade com a teoria que vem na bagagem dos estudantes é um verdadeiro estimulo para a equipe em demonstrar a pratica.

É importante escolher bem os supervisores de estágio, pois estes podem e devem moldar os jovens de como a empresa funciona. Como é uma via de duas mãos, isso pode se tornar um estimulo na supervisão.

Essa é uma forma de reduzir a pressão em cima de seleções que nem sempre são certo, pois se espera que o profissional tenha o perfil e o conhecimento. Focando no estágio, se busca somente o perfil e o conhecimento prático se desenvolvem na empresa. Isso reduz o risco das contratações mal realizadas e ainda dá um gás na equipe.

Saiba mais, acesse nosso artigo Como nós resolvemos o problema de queda de produtividade em uma empresa com um programa de estágio.

Resumindo

Existem oportunidades e vagas em aberto na empresa, porém nem sempre é possível preenche-las com mão-de-obra qualificada. Por outro lado, os profissionais de RH são cada vez mais pressionados por resultados.

Uma pratica comum é a empresa resolver essa questão com ações internas. Das várias práticas, todas precisam equilibrar custos e resultados. Uma ação com bastante êxito é criar internamente condições para a qualificação sendo que o estágio profissional pode ajudar em muito. Criando vagas de estágio sua empresa pode motivar os colaboradores e criar o ambiente adequado.

Gostou das dicas? Então compartilhe para que mais pessoas tenha acesso a esse texto.

Written by

A Capital Social Instituto de Pesquisa, é uma ONG que atua como Instituição Formadora de Aprendizes, ela também tem um trabalho com estagiários ajudando jovens e empresas a estabelecerem uma ótima relação no mercado de trabalho.